Blog

Como eu vim estudar no Canadá

Demorou, mas o site saiu e com esse post eu reinauguro meu blog. Muita gente me pergunta como eu vim parar no Canadá e pedem dicas também. Nesse post eu vou contar um pouco da minha experiência e falar um pouco sobre o processo de achar um curso, universidade, e o mais importante, uma bolsa para estudar no Canadá.

No momento estou terminando meu segundo semestre de mestrado em jornalismo pela Carleton university, que fica na capital do Canadá. Esse é o segundo curso que faço no Canadá e consegui bolsa para os dois! Isso mesmo! Se não fosse com bolsa eu nunca teria tido essa oportunidade.

 

 

Aqui no Canadá estudantes internacionais pagam mais que o dobro, e as vezes o triplo para estudar. Isso é por que os Canadenses pagam impostos no país a vida toda e parte deles vão para a educação.

Para ficar mais fácil, vou dividir minhas dicas em tópicos. Se você quer estudar no Canadá, esses são alguns passos que deve que seguir:

1 – Tire notas boas na universidade.

Muita gente não se preocupa em tirar notas boas e se contenta com os 60 para passar de ano. Pois aqui, dependendo do curso, sua inscrição nem é aceita se você tiver menos que  uma média de 70% no histórico. Para bolsas, 80% no mínimo. Eu sempre soube que queria estudar fora e por isso sempre me empenhei.

2 – Invista no seu inglês.

Nada é impossível e eu acredito que com dedicação podemos chegar onde quisermos. Eu comecei a estudar inglês com 13 anos e somente com 20 saí do Brasil para visitar um país de língua inglesa. Na minha primeira vez fora eu vim para o Canadá e fiquei 6 meses estudando inglês. Vale muito a pena juntar um dinheiro e passar um tempo fora. É a melhor forma de aprender! E no Brasil procure uma escola em que os professores tenham vivência fora. Eu tenho uma dica: A Rizvi. Trabalhei lá 6 meses e eles oferecem muitas oportunidades de praticar o inglês, mesmo fora da sala de aula. Não estou sendo paga para fazer propaganda. Já trabalhei em outras escolas e a Rizvi tem muitos diferencias.

3 – Faça trabalho voluntário e peça carta de referência.

Aqui no Canadá o trabalho voluntário é muito valorizado. Suas chances aumentam e muito se você tem isso no currículo. O interessante é também sempre pedir carta de referência nos seus trabalhos. Eles amam pedir carta de referência por aqui!  hehehe

4 – Se familiarize com as terminologias nos sites das instituições de ensino canadense.

Essa foi uma das minhas maiores dificuldades quando comecei a olhar os sites de escolas aqui! Tem coisas que a gente não aprende nas aulas de inglês. Por isso vou te passar algumas dicas:

Tuition ou fees – geralmente se trata do valor do curso. Esse valor pode ser por semestre ou por ano. Aí vai depender do site da escola. Lembre-se de procurar por international fees e não domestic fees. 🙁

Graduate course – mestrado e doutorado

Undergrad courses – bacharelado

Financial aid – é a tab onde você vai encontrar as informações sobre bolsas

Scholarship – bolsa!!!! Palavrinha mágica e muito importante.

Grant, bursaries – geralmente são bolsas de valores menores.

Admissions – é a tab onde o aluno vai encontrar o que precisa saber para fazer inscrição para um curso

Application – inscrição

5 – College ou universidade?

Meu primeiro curso no Canadá teve duração de dois anos e estudei no Humber College. O curso que eu fiz se chama Broadcast Television/Videography e foca na parte técnica de produção de TV. Isso era justamente o que eu queria e geralmente os cursos de college são bem práticos. Os cursos de college são super valorizados aqui e a duração varia de 1 a 3 anos. Os cursos também podem te dar um diploma ou um certificado. O diploma tem um valor maior.

Os colleges são mais baratos que a universidade. O curso que eu fiz no Humber, por exemplo, hoje custaria 14,964 dólares canadenses por ano para um estudante internacional. Meu mestrado custa, por ano, cerca de de 20,000 dólares canadenses. Mas calma! Não para de ler por aí! Minha próxima dica é sobre bolsas!

 

Na minha sala são ao todo 20 alunos e somente eu e mais um não temos o inglês como primeira língua. Amo minha sala! | Susana Mas

 

6 – Como procurar bolsas:

Depois que você escolher o curso que quer fazer e a escola é hora de procurar na tab de scholarships se a escola tem alguma bolsa para oferecer para estudantes internacionais. Pela minha experiência, a maioria dos colleges não têm bolsa. Alguns oferecem bolsa para o aluno com a maior nota no primeiro ano do curso. Isso pode ter mudado, mas na minha época eu pesquisei muitoooo! O Humber é um dos únicos, senão o único college que oferece duas bolsas integrais de entrada. Depois de enviar sua inscrição e documentos para o college, e ser aceito, eles enviam um formulário para concorrer à bolsa. Durante o processo eles avaliam a redação (que você tem que enviar falando porque escolheu o college), suas notas e currículo. Eu quase caí pra trás quando recebi o e-mail dessa bolsa. Para manter a bolsa o aluno tem que passar com no mínimo 70%.

Já para as universidades, muitas oferecem bolsa de entrada. Para esse tipo de bolsa o aluno não tem que se inscrever. Todos são considerados para as bolsas e cada departamento tem a sua ou suas. Minha dica: os sites sempre têm o contato do coordenador do curso. Envie um e-mail, pergunte sobre o curso e demonstre interesse. Eu enviei para o meu! Perguntei quais eram as minhas chances como estudante international e falei do meu interesse no curso daquela universidade específica.

Além das bolsas de entrada, alguns cursos também oferecem vagas como teaching assistant, ou TA.  No meu caso eu ganhei uma bolsa de entrada e também  trabalho como assistente de professor. Trabalho 10 horas por semana. O teaching assistant trabalha com um professor do bacharelado. Nas duas matérias que trabalhei eu tive que corrigir provas, trabalhos e auxiliar o professor em sala de aula. Essas duas bolsas juntas pagam 75% do meu curso.

Bom, acho que com essas dicas já dá para começar a correr atrás! Espero que tenha ajudado.

 

 

 

5 thoughts on “Como eu vim estudar no Canadá

  1. Olá, eu quero ir para o Canadá e gostaria tb de um trabalho como assistente de professor. Vc pode me dizer por onde começar?
    Muito obrigada.

    1. Olá Marisa! Depois de escolher a universidade e o curso, procure o e-mail do coordenador do curso no site e faz a contato. Fale do seu interesse. Esse á o primeiro passo 🙂 Espero ter ajudado!

  2. Oi Bárbara seu post ficou sensacional cheio de informações, informações Claras , com certeza está ajudando bastante , pelo menos para mim. Obrigado por compartilhar suas experiências, um grande beijo minha querida, boa sorte nos seus projetos!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *